doenças cardiovasculares

Durante o inverno as temperaturas amenas acende um alerta: o risco de doenças cardiovasculares aumenta na estação mais fria do ano. De acordo com membro da Sociedade Brasileira de Cardiologia e médico do Departamento de Cardiologia do Hospital, Dr. Augusto Vilela, com a queda da temperatura há uma diminuição dacontinue lendo →

De acordo com a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) de 2013, cerca de 56,9% dos brasileiros, com 18 anos ou mais, estão acima do peso, o que representa 82 milhões de pessoas. O índice é superior ao calculado 10 anos antes,em 2003, pela POF/IBGE, que registrou 42%. Os números dacontinue lendo →

As oscilações de temperatura e baixa umidade relativa do ar contribuem para o aparecimento de doenças respiratórias e cardiovasculares (como insuficiência cardíaca, arritmias e insuficiência coronariana) durante o inverno, onde o clima fica mais frio e o tempo seco  acaba aumentando a concentração de poluentes na atmosfera. Algumas das doençascontinue lendo →