Como lidar com os ataques de ódio online

Sempre separo textos que acho interessante e acabei me deparando com um texto do ano passado onde Tim Ferriss, autor do livro “Trabalhe 4 horas por semana”  no evento The Next Web ’10 que aconteceu em Amsterdam deu uma palestra sobre como lidar com os inimigos online e se beneficiar das críticas em todas as plataformas.

De acordo com Ferriss, é fundamental nos meios de comunicação social, como na vida, ter um objetivo claro e não perdê-lo de vista independente da quantidade de pessoas que não entendem, pelo contrário, o que importa são as pessoas que entendem e curtem o seu trabalho, então quando atingir os primeiros 1.000 leitores, terá iniciado a alcançar seu objetivo, e esses 1000 irão provavelmente gerar um efeito cascata.

Se você trabalha online pode esperar que 10% das pessoas vão encontrar uma maneira de tornar tudo pessoal e dessa forma tentar atacá-lo, então escolha bem suas resposta, ao contrário de reagir de forma inadequada, o que caso aconteça apenas irá multiplicar o problema. Muitas vezes o melhor é ignorar algumas críticas que não merecem resposta.

Colin Powell, ex-Secretário de Estado americano, disse uma vez que “Tentar fazer com que todos gostem de você é um sinal de mediocridade”, por isso trate às pessoas com sinceridade, seja você mesmo e nunca esqueça de ser tático e estratégico quando responder às críticas.

Segundo Scott Boras,um dos maiores e melhor agente de beisebol, “Se você é realmente eficaz no que faz, 95% das coisas ditas sobre você serão negativas.” Ferriss chama atenção justamente para esse ponto, e diz para prestar atenção e notar que as pessoas que mais se destacam, nos mais diferentes meios, são quase sempre as pessoas que recebem a maior quantidade de críticas.

Elbert Hubbard, filósofo e escritor norte-americano, disse que “Para evitar as críticas, não faça nada, não diga nada, e não seja nada”, a melhor maneira de contra-atacar um “inimigo” basta fazer com que seu ataque não tenha impacto.

O governo britânico durante a Segunda Guerra Mundial para confortar as pessoas em face da invasão nazista criou o slogan “Keep Calm and Carry On” (fique calmo e siga em frente), Ferriss indica utilizar essa mensagem e aplicá-la ao mundo online, mesmo se esteja tendo o seu trabalho atacado.

Via.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.