Mulheres modernas

Fatos interessantes sobre as mulheres modernas:

1. MULHERES E JOGOS

Uma pesquisa online que ocorreu entre os dias 7-11 de setembro, sobre usuários de jogos console feita pela Online Media Daily, denominada Denizens of Digitivity, onde mais de 1000 pessoas participaram, mostrou que 44% das mulheres informaram possuir um jogo (playstation, nintendo, Xbox,…) enquanto apenas 39% dos homens informaram o mesmo.

Atualmente o estereótipo de um gamer (jogador) é entre 18-34 anos, sexo masculino, branco, solteiro, vivendo com a mãe.

Algumas hipóteses foram levadas em consideração na conclusão da pesquisa, como aparentemente a razão para a o crescimento do número de mulheres jogando seria o Nintendo Wii.

As mulheres muitas vezes não jogam jogos violentos, preferindo o Dance Dance Revolution, e Guitar Hero.

Obviamente que essa pesquisa não representa todos os donos de jogos nos EUA, mas o resultado foi diferente do esperado.

2. MULHERES E BLOGS

Uma pesquisa realizada entre os dias 30 de julho e 01 de agosto pelo The Synovate/Marketing Daily , na qual 1000 pessoas participaram nos EUA, revelou que 80% dos americanos sabem o que é um blog, 50% visitam blogs regularmente e 8% possuem blogs. A pesquisa também revelou que 20% das mulheres que responderam que visitam blogs possuem seus próprios blogs contra 14% dos homens.

3. MULHERES E A INTERNET

A BBC de Londres publicou uma matéria que mostrava os resultados de uma pesquisa feita pela Nielsen/NetRatings que mostrou que apesar de no Reino Unido, haver um maior número de homens do que mulheres navegando na internet, as mulheres entre 18-25 anos são as que passam mais tempo online e visitam mais websites. Muitas fazem compras e buscam infomações e conselhos a respeito de como cuidar, educar os filhos.

Ao redor do mundo estão começando a notar a presença feminina, pela primeira vez a venda de roupas superou a de computadores e acessórios e quase 40% dos jogadores de video games no mundo são mulheres.

Aos 30&Alguns , já que o assunto são mulheres modernas que tal visitar os links abaixo, estão em ordem alfabética e tem blogs variados para todos os gostos:

A vida como a vida quer, Alvarenga Sempre, Burajiru, Chá de Hortelã, Desabafo de Mãe, Dia de Folga, Geek Chic, Inspirando e Expirando, Ladybug Brasil, LumaKimura.net, Luz de Luma, yes party!, Mulher Remédio, Mundo Tecno, Objetos de Desejo,Pensando Alto, Saber é Bom Demais!!, Síndrome de Estocolmo, Substantivolátil, Tudo O Que Aprendi Com Quase 40, veines-noires.org

fontes: Ubergizmo, The Inquirer , MediPost Publications, Gizmodiva e Popgadget

11 comentários

  1. O dia que as mulheres dominarão o mundo está próximo!

    Eu amo Guitar Hero *-*~~~

    Beijos Veridiana! Boa quinta!

    eu já joguei muito dance dance revolution… 😀 bjs

  2. Interessante alguns números, Veridiana. Mas fiquei pensando, existe mesmo um gamer com 34 anos de idade e que ainda por cima mora com a mãe ? Elel não devia estar trabalhando não ? rsrsrs

    O número de mulheres blogueiras aqui no Brasil, se não me engano, também é bem maior que o de homens. E não vale falar que homem que bloga é que não tem o que fazer… rsrsrsr (eu mereço…..)

    Aliás, é impressionante como as mulheres se adaptaram bem com a internet!

    Um beijão.

    hehehe, realmente não vale dizer que quem bloga não tem o que fazer ….acho que as mulheres se adaptaram bem pois são extremamente curiosas… bjs 🙂

  3. Olá minha cara
    muito interessante esse post, algumas estatísticas, em alguns campos a mulheres dominam outros ainda é o homens, essa do games realmente os homens preferem jogos com mais ação e sangue hehe.
    só achei baixo o numero de pessoas que possuem blog, acreditava ser um numero bem maior.
    desejo uma linda sexta
    beijos

    um ótimo final de semana pra vc… 🙂

  4. Dados muito interessantes. Nota-se que as mulheres comentam mais nos blogs e tenho aimpressão de que os blogs de mulheres costumam ter mais conteúdo.

    Levando o comentário da Bárbara na esportiva, acho que as mulheres estão ganhando o espaço merecido. Mas devemos lembrar que há muitos lugares, inclusive no Brasil, onde a mulher ainda é vista como um ser de segunda categoria.

    isso é verdade, isso ainda acontece inclusive no Brasil…

  5. Que honra! :o)
    Obrigada pelo link.

    Agora, quanto à pesquisa do video game… Eu já tinha ouvido falar algo parecido, mas acho estranho. Não conheço uma mulher fanática por games. Já homens… Ih, perdi a conta.

    eu conheço muito mais homens do que mulheres que jogam, mas as novas gerações estão com muitas meninas jogando… bjs

  6. Obaaaaaaaaa! Alguém falou em videogame aqui????? Tô dentro!!!!! ahauahauahauahauahaua
    A-DO-RO!!!!
    Mas curto bastante também os games mais hardcore, tipo GOW, Ninja Gaiden e por aí vai…. ahauahauahau
    Adorei saber disso!!!
    Beijosssssss!

  7. Ah! A gente tenta acompanhar a evolução!
    Sou a única mulher em casa e resolvi me render aos apelos masculinos!
    Tô participando até de campeonato brasileiro de futebol! 🙂 Gosto mesmo dos jogos no computador! Beijus

  8. Querida amiga, muito obrigada por me indicar. Desculpe se só agora vi seu post. Imperdoável da minha parte.
    Beijos!

    Que isso, fica tranquila… bjs 😀

  9. O mundo é das mulheres!!! kkkkkkkkk
    Psiu, não sabes ainda??? A Bayer me detonou, virei Mulher Remédio: o acido acetilsalicílico não mata mas alivia, rs…
    Atualiza o link, please!!!
    http://www.mulherremedio.com
    Só vi que havia me linkado por acaso porque entrei no “muié aspirina” kkkkkkkkkk
    Beijocas pra ti!

  10. É… antigamente isso de abandonar os momentos de estudo(ou de qualquer outra questão mais séria e útil neste mundo) para ficar atrás de videogame era coisa muito mais masculina do que feminina…
    Hoje as coisas estão diferentes.

    Ou vocês acham que, sinceramente, as mulheres teriam algo de melhor para oferecer a este mundo ??!!
    ABAIXO A DEMAGOGIA !!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.