Os top 10 erros que as pessoas comentem ao abrirem a próprio empresa

Lendo o Digg , cheguei no blog YoungEnterpreneur (jovem empreendedor) no texto “The Top 10 Mistakes People Make When Starting A Business” escrito por Evan Carmichael (gerente do blog).

1) Não ter dinheiro suficiente.

A razão mais comum por que novos negócios fecham é que o proprietário acaba ficando sem dinheiro. O fluxo de dinheiro é crítico para um empreendimento que está se iniciando, às vezes o negócio até pode ser lucrativo e mesmo assim ter que fechar as portas se os clientes demorarem muito para pagar.

A primeira opção para que isso não ocorra é assegurar que você tenha capital suficiente para iniciar o negócio, seja com investimento próprio ou de terceiros (empréstimo de banco, investidores, etc). A segunda opção seria iniciar com meio expediente até ter certeza que conseguirá ter no final do mês dinheiro suficiente para pagar todas as contas.

2) Não pensar em sobrevivência.

Ao iniciar um novo empreendimento você terá que sobreviver no início até que tudo esteja funcionando as mil maravilhas, nas etapas iniciais muitas vezes você terá que fazer trabalhos que não esteja a fim de fazer, pois terá em mente que no final do mês tem contas e salários para serem pagos, até que o empreendimento tenha condições de se estabelecer e sustentar, a questão será de sobrevivência, entender o mercado, os clientes.

3) Perdendo o “momentum”.

Muitos empresários têm ambições para começar um empreendimento e logo resolvem criar um website, tentam fazer algumas vendas, depois de alguns meses desistem. Construir um negócio é essencialmente aproveitar o “momentum”, leva tempo para desenvolver uma nova empresa e para as pessoas reagirem ao que ela tem a oferecer.

4) Fazendo tudo sozinho(a).

Ninguém é perfeito e por mais que possua muitas habilidades, não possui todas, é necessário entender o que é capaz de fazer e o que as pessoas a sua volta são capazes, como podem trabalhar, se você tem ótimas idéias tem que contratar um ótimo vendedor para vendê-las.
Você não terá sucesso se forçar-se a fazer coisas que não gosta e que não seja bbom(boa) naquilo. Tenha consciência do que você pode e sabe fazer bem e dos pontos em que necessita ajuda.

5) Não contratar imediatamente.

Ao iniciar um negócio, no primeiro dia já deve ter em mente quem irá contratar para ajudá-lo(a) no novo empreendimento, haverá tarefas que o dono não precisará necessariamente fazer, que pode ser passada para um funcionário enquanto você foca em outros aspectos importantes da empresa. Nos EUA o Evan indica caso o novo empresário não tenha dinheiro para contratar que ele procure voluntários, intercambistas, como por aqui isso não funciona, a melhor opção é antes de abrir a empresa, ter uma reserva em dinheiro para a contratação de funcionário(s).

6. Fazer apenas pelo dinheiro.

Se você não amar o que faz, provavelmente não será bem sucedido. O dinheiro é definitivamente importante, mas freqüentemente irá levar um bom tempo para começar a entrar da forma esperada, se você não amar o que faz, não terá vontade de persistir até alcançar os resultados desejados.

7. Chegando ao final do 1º ano, passando para o 2º ano.

Muitos empresários têm muitos problemas até chegar ao final do primeiro ano, geralmente porque começaram o negócio num capricho e foram ficando animados com a oportunidade, mas esqueceram de fazer a pesquisa adequada. Muitos ficam sem dinheiros e fecham depois de alguns meses.

O segundo desafio é chegar ao final do segundo ano, normalmente leva três anos de trabalho duro para criar um negócio que funcione. O primeiro ano é todo envolto pela animação de começar um novo negócio. No segundo ano os empresários freqüentemente ainda não fazem muito dinheiro e a animação já murchou, por isso é necessário não perder o foco.

8. Não constrói em volta do cliente.

A melhor maneira de fazer muito dinheiro rapidamente é encontrando um cliente com um problema e que esteja disposto a pagá-lo(a) para resolvê-lo – e então você encontra a solução para o problema. A maioria dos empresários pensam exatamente o contrário, pensam que se criarem algo os clientes irão chegar até ele, ao invés de criar algo que seja solução para o que os clientes procuram/necessitam que tenha no mercado.

As empresas com os mais altos índices de fracasso são os restaurantes, porque normalmente são construídos baseados no gosto pessoal do proprietário. Entretanto, os empresários com os índices mais baixos de fracasso são os advogados e contadores porque seus trabalhos são baseados em um serviço que todos necessitam. Faça uma pesquisa de mercado e veja se há cliente interessado no que você pretende oferecer.

9. Não procuram mentores.

Muito importante ter mentore(s) com conhecimento da indústria que esteja disposto a te ajudar com dicas e toques, seja ele pago para fazer o trabalho ou seja ele um amigo/conhecido com conhecimento na área.

10. Não se envolve na comunidade.

Incontáveis oportunidades são geradas ao conectar-se com novos empresários e descobrindo o que eles estão planejando e como você pode ajudar. Conectando-se você abre portas para novas oportunidades de negócio, sócios, investimento, atenção dos meios de comunicação, idéias produtivas, conselhos, e muitos outros recursos que provavelmente você levaria alguns anos para conseguir e/ou compreender.

Aos 30&Alguns achei legal dividir essas dicas, você pode ler mais dicas em alguns dos meus textos do meu ex-blog “Em negócios dinheiro não é tudo”:

A importância do respeito dentro de qualquer empresa

A importância do funcionário

Alugando ou Comprando um imóvel

Aprendendo a controlar

Curta nossa página 😉

4 thoughts on “Os top 10 erros que as pessoas comentem ao abrirem a próprio empresa

  1. Eu conheço o outro lado. Agora, pretendemos, um novo negócio, porém, já estamos neste caminho! Já aprendemos que esse negócio de pensamento positivo, não funciona!!! ha ha ha

  2. Tenho uma loja de aquários faz um ano, por enqunato vai sobrevivendo…penso em abrir outra! Mas as dicas são ótimas, para quem pensa em abrir um negócio!
    beijos meus

  3. Pingback: Veridiana via Rec6
  4. Bem… sou um empresario do ramo gráfico e a minha dica é nunca tenha medo do dinheiro, você deve estar se perguntando porque medo do dinheiro, sim medo, para quem esta começando as vezes e assustador quando um gerente lhe oferece um credito alto, pois bem, sempre pense grande ou melho “GIGANTE” se tiver essa oportunidade não a perca pois esta na chuva e para se molhar! Então meu amigo trace uma meta cole na parede do escritório seu objetivo e seja Feliz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Follow by Email
Pinterest
LinkedIn