“Tergiversando”, de Albino Ernesto Poli Junior, poemas com temas como amor, vida e morte 

Albino Ernesto Poli Junior estreia na poesia com Tergiversando. Em obra publicada pela Editora 7Letras temas como amor, vida e morte inspiram diplomata brasileiro

Tergiversar: usar de evasivas ou subterfúgios; procurar rodeios. Assim o título do primeiro livro de Albino Ernesto Poli Junior é definido pelos dicionários. Já no poema que dá nome à obra, o autor escreve: “Contemplo o arco-íris sem régua e compasso/ E todo acontecer se faz um despropósito”. A poesia se faz como um subterfúgio da própria explicação? Ou o volteio seria ardil e estratagema superior à linguagem supostamente direta? São perguntas que Tergiversando deixa para o leitor responder.

O volume, uma coletânea de poemas, acaba de ser lançado pela Editora 7Letras. “O que me motiva a escrever é o gosto por literatura e poesia em geral. Escrevo desde jovem”, afirma o autor, que atualmente trabalha na embaixada do Brasil em Praga.

Tergiversando traz mais de 70 poemas sobre temas como amor, vida e morte. Na obra, o leitor encontra construções poéticas clássicas de rima e métrica ao mesmo tempo em que se surpreende com paisagens e abordagens variadas, que trazem à baila, no decorrer das páginas, referências cotidianas, filosóficas e mitológicas.

“Não é todo dia que nos deparamos com um autor que tem tanto a dizer e sabe dizê-lo dessa forma, se valendo de todas as cores, sabores e sons de nossa língua – e ainda além do idioma – para criar um livro que já nasce clássico e ao mesmo tempo atualíssimo”, informa a orelha, trazendo em si possibilidades de transcendência. Um refúgio acolhedor para estes tempos em que a pretensa objetividade, não raras vezes, se impõe de forma opressivamente deturpadora.

Serviço

  • ISBN 978-65-5905-324-7
  • Ano: 2022
  • Tamanho: 14 × 21 cm
  • Número de páginas: 136 páginas
  • Para comprar: Amazon

Sobre o autor: Albino Ernesto Poli Junior é gaúcho, diplomata e tradutor de obras literárias. Leitor apaixonado dos grandes poetas de todos os tempos, escreve desde a juventude. “O contato com outros povos e culturas é uma fonte inesgotável de inspiração e a atividade poética torna ainda mais interessantes as vivências oriundas da diplomacia”, afirma o autor. Tergiversando é sua primeira publicação autoral.

Curta nossa página 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Follow by Email
Pinterest
LinkedIn