30&Alguns, médicos e gravidez

Como havia informado, no ano passado mudei do Rio de Janeiro para o estado de SP e com o passar do tempo, chegou a data de ir no(a) ginecologista e como sempre, procurei indicação com pessoas conhecidas.

Infelizmente os ginecologistas indicados não atendiam o meu plano e como não pago pouco pelo plano, resolvi fazer procurar um ginecologista no livro do mesmo.

Como sepre faço, procurei por médicos cujo consultório ficava perto da minha residência, marquei a consulta e fui lá…

O médico mostrou não ter tato algum, quando soube que eu tinha mais de 30 anos e olha que ainda era mais próximo dos 30 do que dos 40, começou falando que eu deveria saber que já tinha passado do meu tempo, que eu já tinha mais de 30 anos, que dificilmente engravidaria, que caso engravidasse seria uma gravidez difícil, com grandes probabilidades de nascer uma crianças com problemas mentais e genéticos, sempre ressaltando que  tudo isso caso eu ainda conseguisse engravidar.

Na hora como não esperava por uma grosseria dessas, ainda mais porque conheço inúmeras mulheres que tiveram filhos depois dos 30 e inclusive dos 40, não tive nenhuma reação.

Quando cheguei em casa e contei para o meu marido, ele queria acabar com esse médico…

Para minha surpresa, isso é mais normal do que eu imaginava, uma amiga com a mesma idade que eu, também passou pelo mesmo tratamento, só que no Rio de Janeiro, a médica ainda teve a audácia de falar que quando ela era nova, pensou na carreira e na pós e agora com 30 e poucos estava querendo engravidar? Que já estava velha e que seria muito difícil dela conseguir, que no mínimo levaria um ano, etc…

Depois que engravidei, comecei novamente a busca por um bom obstetra, lá fui eu no livro do plano novamente e devo confessar que encontrei a minha médica do pré-natal após visitar 3 médicos.

O primeiro médico teve a audácia de dar os parabéns para o meu marido e depois olhou pra mim e disse: “também como uma mulher dessas, não ia ser difícil”  e ainda me chamou de “cocota”… fiquei chocada… o marido então , nem se fale, se voltasse mais uma vez, sei lá o que aconteceria…

A segunda médica achei muito boa, estava listada no livro do plano como obstetra, mas durante a consulta informou que só fazia o pré-natal pelo plano, o parto era particular. Pensei comigo mesma e não vi vantagens em pagar um plano caro e ter que ainda pagar pelo parto.

A terceira médica foi escolhida através do livro, mas fui mais esperta, pesquisei qual era o melhor hospital da cidade e peguei uma obstetra do próprio hospital onde o parto será realizado e até o momento tudo está indo bem.

Aos 30&Alguns acho muito importante me consultar com médicos que tenho confiança, porque como em toda profissão, não é porque a pessoa tem um diploma, que significa que é um bom profissional, muito pelo contrário, então leitores e leitoras, se não sentirem firmeza no(a) médico(a), troquem na hora.

Curta nossa página 😉

6 thoughts on “30&Alguns, médicos e gravidez

  1. Pingback: Veridiana Serpa
  2. Amiga que perrengue! Eu detesto trocar de médico, só troco mesmo quando não tem jeito, como foi sei caso, de mudar de cidade. Uma grosseria oq fizeram contigo. Acho super importante que eles conversem e sejam realistas quanto aos possíveis imprevistos que possamos ter, seja por conta da idade ou oq for, mas existem maneiras muito mais sutis de se dizer isso! Tenho amiga que engravidou pela primeira vez com quase 40 e depois com 42 anos. Arriscado, era, mas não era impossível.
    Eu dei a maior sorte aqui nos USA, graças a Deus. Eu estava morrendo de medo, mas foi tudo fantástico. Ufa! Rs. Muitas felicidades, muita sorte, muita saúde pra vcs, e curta muito esse momento! Beijao!

    1. Bru é horrível mesmo trocar médico, a primeira gineco que tive na vida, qdo era adolescente era excelente, fiquei anos com ela, até que ela parou de aceitar planos de saúde e depois aposentou, mas eu adorava a Dra. Lídice.
      Como eu disse no post, ter um diploma não significa que a pessoa está apta para tratar/cuidar dos outros, e pelo que vi é meio normal esse tipo de tratamento, vide que uma amiga passou por situação semelhante no Rio a pouco tempo.
      Concordo com você que o médico tem que conversar, ser realista, esclarecer todos os pontos, até mesmo para no meio do caminho ninguém dizer que não sabia que algo podia ocorrer, mas querer esculhambar é o fim.
      Que bom que foi tudo bem com você por aí, minha prima já teve duas filhas em NY e tb foi tudo bem por lá.
      Muitas felicidades pra vc tb com a nova integrante da família e que o Gui curta muita a irmãzinha. beijos

  3. Pingback: Mãe Com Filhos
  4. Veri , realmente é um absurdo estes médicos ! Na grande verdade acho que entra a história deles terem que explicar mais , falarem mais. No meu caso que fiz as inciminações e fiz aí em Santo André (Na fundação ABC) , por eles terem um “centro” só de fertilização e lidar com mulheres com problemas para engravidar todos os dias , fui muito bem tratada , inclusive eles tem até palestras para explicar caso a caso , e no final das contas , todas as mulheres , ficam cheio de dúvidas , deprimidas ,etc….Mas tudo é possivel nesta vida !!!! Claro que vamos ficando mais velhas as possibilidades vão diminuindo , ou melhor os ovulos vão diminuindo , pois nós mulheres nascemos com uma quantidade de ovulos e cada vez que menstruamos alguns vão embora , diferente dos homens que produzem esperma diariamente , oh ! Até que estou entendida ! rsrsrsrs
    Mas não desanime , pois seu baby já está aí , e vc tem que passar toda a tranquilidade para ele , e em seguida (não tão seguida assim…) voce já encomenda outro ou outra !!!!! Certo ? E mude de médico quantas vezes voce achar !!!!! Voce tem que sentir bem e confortável , principalmente na hora do parto!! Se vc quizer tenho uma amiga obstetra , mas não aceita plano médico , mas vc pode pedir reembolso ao plano , e ao hospital o plano já paga . E depois pense na pediatra , outro médico que vc tem que sentir bem , também tenho para lhe indicar , que é a do João Pedro.
    Bjs

    1. Prima acho importante o seu relato, principalmente para as mulheres que precisam fazer inseminação saberem que tem um lugar onde são respeitadas, seus sentimentos são levados em consideração.
      Vou esperar um pouco para encomendar o segundo, porque sei que é brabo ter seguidinhos, mas com a idade também, não vou querer esperar muito.
      A médica que está me acompanhando é boa, estou gostando e me sinto a vontade com ela, o Guga tb gostou dela e ela faz o parto pelo plano e o hospital é o melhor da região e é perto.
      Bem a data do chá mudou, qdo estiver tudo confirmado te aviso, estou louca para conhecer o João Pedro.
      bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Follow by Email
Pinterest
LinkedIn