óleo essencial de alecrim

7 mitos e verdades sobre o Óleo Essencial de Alecrim no cabelo

Especialista e farmacêutica Kika Chammas esclarece dúvidas sobre o Óleo Essencial de Alecrim

O óleo essencial de alecrim é um dos queridinhos da atualidade quando o assunto é beleza. Extraído da planta Rosmarinus officinalis, também conhecida popularmente como Alecrim, possui propriedades digestivas, antissépticas e antimicrobianas, o que garante diversos benefícios para a saúde do cabelo. De acordo com, Kika Chammas, fundadora da Dermare, marca brasileira de dermocosméticos para tratamentos estéticos, faciais e corporais, o ideal é aproveitar as propriedades da planta, que possui maior concentração de nutrientes para resgatar a saúde dos fios. “Para a produção de 10 ml de óleo essencial é utilizado 100 quilos de planta, o que faz dele muito rico em ativos e torna o óleo essencial de alecrim um excelente auxiliador no crescimento capilar e no combate da queda”, explica a especialista.

Para ter um bom uso do óleo essencial e alcançar os resultados desejados, Kika, esclarece alguns mitos e verdades sobre o alecrim, que vão ajudar a entender melhor como torná-lo aliado no dia a dia, para os cuidados com os cabelos. Lembrando que os óleos essenciais são substâncias concentradas e devem ser utilizados sob a orientação de um profissional qualificado para evitar danos a saúde. Confira abaixo as orientações:

1.O óleo essencial de alecrim ajuda a manter o cabelo livre de oleosidade e sujeiras?
Verdade! Ele remove a oleosidade, ajudando na limpeza sem causar o ressecamento do couro cabeludo e ainda trata o bulbo capilar, atuando na desobstrução dos folículos capilares, devido à ação vasodilatadora, estimulando o crescimento de fios saudáveis, sendo um grande aliado no tratamento de doenças do couro cabeludo.

2.O óleo essencial tem propriedades que são capazes de combater a caspa?
Verdade! Óleo essencial de alecrim tem ação antisséptica, ação detox que promove a remoção de toxinas além de estimular a circulação sanguínea do couro cabeludo, ação regeneradora e ação mucolítica que faz a oleosidade, um dos fatores da causa da caspa, serem eliminadas mais facilmente. Com isso evita o surgimento de inflamações no couro cabeludo, como a dermatite e a descamação (caspa).

3.O óleo de alecrim faz o cabelo crescer?
Verdade! O óleo essencial de alecrim estimula a circulação sanguínea e tem ação cicatrizante. O processo fortalece o cabelo e torna os fios mais resistentes, aumenta sua densidade, acelera o crescimento e diminui a queda dos fios que estão mais finos.

4.O uso do alecrim no cabelo é capaz de escurecer os fios?
Mito! O óleo de alecrim não tem pigmentação o suficiente para escurecer os fios ou neutralizar os fios brancos.

5. Existem contraindicações ao uso do alecrim no cabelo?
Mito! A contra indicação do uso dos óleos essenciais, com exceção da Lavanda e Melaleuca é de que eles devem sempre serem usados com um carreador, que pode ser óleo vegetal ou xampu, nunca deve ser aplicado diretamente no couro cabeludo sem estar diluído.

6.Não é indicado passar chá verde nos cabelos?
Mito! Não há contra indicação no uso de chá verde nos cabelos, mas em questão de comparação e benefícios, uma gota do óleo essencial de alecrim possui concentração de ativos 40 vezes maior comparado ao chá.

7.É possível fazer shampoo caseiro com alecrim?
Verdade! O alecrim possui propriedades adstringentes, antioxidantes, anti-inflamatórias e estimulantes, sendo assim, quando o óleo essencial de alecrim é adicionado ao shampoo oferece aos fios benefícios mais potentes.

Curta nossa página 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.