“Coisas Daqui”, série de alimentos artesanais apresentada pelo chef Felipe Rameh

Comandado pelo chef Felipe Rameh, o programa “Coisas Daqui”, exibido em formato de série, apresenta os personagens e as riquezas das histórias que estão por trás da produção de uma série de alimentos artesanais que fazem parte da culinária e da cultura mineira

Composta por 5 episódios com 30 minutos cada, a série documental “Coisas Daqui”, apresentada pelo chef Felipe Rameh, está sendo exibida aos sábados, às 15h15, na TV Globo Minas. Depois da exibição na TV, os episódios também ficam disponíveis na plataforma Globoplay. Com produção da Camisa Listrada BH e direção de João Flores, os episódios apresentam os bastidores, segredos e personagens por trás da produção de diversos alimentos artesanais mineiros. A série tem como foco não apenas os sabores tão características de Minas Gerais, como queijos, doces cristalizados e goiabada, carne de sol, fubá e alimentos preparado à base de frutas abundantes na região, como a jabuticaba, mas também os moradores locais envolvidos no ofício de produção dessas iguarias típicas de cada região, suas histórias de vida e tradições familiares.  

O chef de cozinha Felipe Rameh, nasceu em Muriaé e possui uma trajetória bastante consolidada na gastronomia, com atuação em restaurantes conceituados no Brasil e no exterior. Apaixonado pela pesquisa e pelo universo da produção artesanal, ele vem se dedicando cada vez na produção de conteúdo como forma de alertar para a importância de valorizar a boa alimentação e também o pequeno produtor.  

Durante as expedições, Rameh percorreu algumas regiões de Minas Gerais em busca das histórias e pessoas que se dedicam ao ofício da produção artesanal. Na 1ª temporada da série, o apresentador/chef acompanha o processo de preparo dos alimentos em 5 cidades do estado, conversa com produtores locais, seus parentes, vizinhos e funcionários, e experimenta os produtos, guiando o espectador por uma viagem de sabores e pelo panorama da produção artesanal mineira. Além disso, o chef e seus convidados ainda preparam pratos utilizando as iguarias apresentadas em cada edição.  

Em cada episódio da série “Coisas Daqui”, o chef sai em busca dos sabores caseiros que representam Minas Gerais e revela quem são as pessoas responsáveis pela produção dos alimentos e ingredientes que levamos à mesa. A cada programa, um ingrediente é retratado. A partir do tema do episódio, Felipe Rameh desbrava os cenários que giram em torno da produção do alimento.

Sinopse dos episódios “Coisas Daqui”:

16/07 – Episódio 3 – JABUTICABA (SABARÁ)

A Jabuticaba não pode faltar na cozinha comandada por dona Iara, responsável pelas receitas do Restaurante Alambique & Armazém Jotapê. Em suas mãos, o “Ouro Negro de Sabará” vira receitas incríveis e premiadas. Neste episódio, Felipe Rameh visita Dona Iara, seu restaurante e conhece seus parentes, todos dedicados ao empreendimento familiar que valoriza a gastronomia mineira, emprega pessoas da região, tem por princípio o aproveitamento total do alimento e ainda recicla latinhas, transformando-as em itens de artesanato para venda. A jabuticaba movimenta tanto a economia da região que existe até uma lei que incentiva moradores a plantarem e a conservarem jabuticabeiras em seu território.  E não são poucas as receitas desenvolvidas à base da fruta: sorvetes, geleias, licores, cachaça, rocamboles, e vários tipos de doces feitos da polpa ou da casca da jabuticaba. No restaurante da Iara, Felipe vai preparar uma receita deliciosa de torta de queijo com vários dos produtos feitos com o Ouro Negro de Sabará”.

23/07 – Episódio 4 – FUBÁ DE MOINHO D’ÁGUA (Itabirito)

Na propriedade do Rodrigo, localizada na cidade de Itabirito, se produz fubá no moinho d’água. Esse tipo de moinho usa da energia cinética da água para mover uma estrutura de madeira conectada a uma pedra pesada, que mói o milho transformando-o em fubá. Depoi de conhecer a fazenda do Rodrigo, o milharal e o processo ústico e artesanal de produção e armazenamento do fubá, neste episódio, Felipe Rameh vai conhecer também a Dona Conceição. Além de ser  uma cozinheira de mão cheia, ela também é uma grande conhecedora da produção de Pastel de Angu, que é uma iguaria da região. O resultado é um recheio inusitado e uma grande reunião em torno da típica mesa mineira, cheia de delícias.

30/07 – Episódio 5 – VERDURAS (Igarapé e São Joaquim de Bicas)

Para encerrar a primeira temporada da série Coisas Daqui, Felipe Rameh visita dois municípios vizinhos – Igarapé e São Joaquim de Bicas – que  se destacam pelas casas com quintais recheados de verduras, das mais conhecidas até as chamadas plantas não convencionais (PANCS). Para começar a falar em taioba, bertalha, beldroega, dentre várias outras, Felipe visita a Beth dos Licores, uma apaixonada por folhas e fruta, dona de um quintal todo produzido e cuidado por ela mesma. Acompanhado por Beth, Felipe vai à casa da Mestra Lilia, para conhecer sua plantação de Xuxu, onde várias verduras crescem debaixo das parreiras. Na cozinha, os dois transformam a beldroega num “torresmo vegetal” e preparam várias outras verduras para serem comidas na mesa coletiva no quintal.

Episódios já apresentados e disponíveis na Globo Play:

02/07 – Episódio 1 – GOIABADA (SÃO BARTOLOMEU) – disponível da Globoplay

Neste episódio, Felipe Rameh  visita a casa de Pia Chaves, ouve suas histórias e conhece a técnica de preparo da goiabada. Felipe se depara com tachos enormes de cobre com massa de goiabada, que são fervidos numa fornalha de lenha por mais de três horas e necessitam de uma pessoa que fique mexendo a mistura sem parar. Essa cena é comum não apenas na casa de Pia Chaves, mas também em várias casas do minúsculo distrito de Ouro Preto chamado São Bartolomeu. A goiabada fabricada lá virou Patrimônio Imaterial de Ouro Preto, atrai turistas e movimenta a economia da cidade, principalmente em época de feiras e festivais, como a Festa da Goiaba. Além de passear pelas ruas de São Bartolomeu e pelo goiabal da Pia, Felipe faz uma receita deliciosa de Goiabada Frita com sorvete de queijo.

09/07 – Episódio 2 – QUEIJO CANASTRA (SÃO ROQUE DE MINAS / SERRA DA CANASTRA)

Há mais de 200 anos, a tradição portuguesa de produzir queijos chegou à região da Serra da Canastra, no oeste de Minas Gerais. De forma artesanal, as famílias de lá foram aperfeiçoando e abrasileirando a produção de queijo, que encontrou no território condições particulares responsáveis pelo surgimento de um produto de sabor único: o Queijo Canastra. Neste episódio, Felipe Rameh vai conhecer a fabricação da família da Bruna, que fica em São Roque de Minas, um dos municípios da região que se aproveitando do clima, da altitude, dos pastos nativos e das águas da serra para dar ao queijo um sabor único: forte, picante, denso e encorpado. Além das condições geográficas e biológicas específicas da Serra da Canastra, há um aspecto fundamental para a produção do delicioso queijo, tombado desde 2008 como patrimônio cultural imaterial: o amor das pessoas envolvidas no processo. Felipe vai acompanhar a rotina da família da Bruna e todo o processo de produção do queijo. Na cozinha da Fazenda, ele mostra como pode ser simples e delicioso consumir um queijo tradicional tipicamente mineiro, numa receita de Purê de Batata.

Curta nossa página 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Follow by Email
Pinterest
LinkedIn