Cuidado com o tipo de informação que seus filhos deixam online

Um amigo me enviou a matéria “Parent Trap”, achei extremamente interassente, a matéria começa dizendo que a cada dia que passa aumenta o número de pais que estão tendo problemas por causa do tipo de informação em relação a família que os adolescentes estão colocando na internet. Muitos pais (nos EUA) estão sendo demitidos, rebaixados de cargo ou chamados a sala de um superior para darem explicações.

Os pais tem que prestar atenção em nas redes sociais que os filhos participam, tem que procurar ler seus blogs para que saberem sobre o que estão postando e assim por diante. Uns podem dizer que isso seria censura, eu descordo, fazendo uma busca rápida no orkut encontrei as seguintes comunidades: Você tem dado em casa?; Bebo sim, mas chego em casa ; Nem sei como cheguei em casa!!; “Botei teu filho na maconha!”; Meu professor fuma maconha!!; Meu Vizinho Fuma Maconha; Minha vó fuma maconha; Eu adoro fumar maconha; Meu Pai Bebe Pra Caralho!!!; Meu pai bebe e se passa!; Meu pai fuma pra caralho; Meu pai fuma maconha!; Minha mae é chata quando bebe; Minha mãe fuma maconha; Minha Mãe Bebe Pra Caralho; Descobri que meu pai é Gay!!!;”Eu acho que meu Pai é GAY!”; além de uma grande quantidade de comunidades informando o local onde os pais trabalham (meu pai trabalha na cemig, …).

A matéria ainda informa que para os empregadores ou até mesmo para a polícia não é difícil achar parentes de indíviduos em redes sociais, se você faz parte do orkut, tem uma noção exata do que estou falando, basta fazer a busca por nome e sobrenome, se você já sabe quem é a pessoa é super fácil descobrir os parentes que também fazem parte da rede social, geralmente deixam algum tipo de testemunho ou scrap.

Apenas nos EUA no mês de agosto estima-se que 12 milhões de pré-adolescentes/adolescentes entre 12-17 anos participavam de algum tipo de rede social como MySpace, Facebook, entre outros. Grande parte dos jovens admitiram ter contato online com pessoas que nunca viram.

Aos 30&Alguns vejo que hoje em dia os pais tem que ficar atentos, acompanhar o que se passa, o que está sendo falado, como os filhos estão se expondo e expondo outros membros da família e amigos. É melhor se interar do que no futuro se surpreender de maneira nenhum pouco agradável. Tem crianças que participam de redes sociais e estão em comunidades de bebidas, de drogas, de armas, e assim por diante. Como já dizia o ditado popular “melhor prevenir do que remediar”.

Curta nossa página 😉

3 thoughts on “Cuidado com o tipo de informação que seus filhos deixam online

  1. Não tenho filhos. Mas imagino como deve ser dificil criá-los hj em dia com o acesso facil que a internet dá a todo tipo de informação

  2. Em tempos de amantes, secretárias e motoristas que entregam as falcatruas isso aí é uma evolução. Bem interessante isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Follow by Email
Pinterest
LinkedIn