Você sabe o que é Esclerose Múltipla?

A Esclerose Múltipla é uma doença crônica, complexa, de origem neurológica que atinge o sistema nervoso central e  se manifesta em pacientes na faixa etária de 20 a 40 anos, nas mulheres a doença tem uma incidência maior numa proporção de 2 (duas) mulheres para 1 (um) homem e tem prevalência e incidência em climas temperados.

A EM, gera dificuldades para os portadores por ser uma doença progressiva,  que se manifesta através de surtos, devido a múltiplas inflamações e desmielinização da substância branca do encéfalo e na medula espinhal. Não ter cura e o tratamento é feito através de medicamentos e terapias ( fisioterapia e psicoterapia) tentando gerar uma melhor qualidade de vida aos pacientes.

“problemas visuais, distúrbios da linguagem, da marcha, do equilíbrio, da força, fraqueza transitória no início da doença, em uma ou mais extremidades, dormências, com períodos às vezes de melhoras e pioras, sendo que quando predomina na medula, as manifestações motoras, sensitivas e esfincterianas se encontram geralmente presentes, existindo raramente dor. ”

Aos 30&Alguns, hoje, no dia Dia Mundial da Esclerose Múltipla, achei importante compartilhar com vocês as informações acima e peço que passem adiante.

fontes:  ABC da Saúde; ABEM – Associação Brasileira de Esclerose Múltipla e Saúde em Movimento.

4 comentários

  1. Veridiana..:Adorei o layout..O seu blog ficou maravilhoso.

    OLha, vamos ao post: MINHA MAE SOFREU DE ESCLEROSEW MULTIPLA durante 10 anos. Aliás, essa doenca atinge a maioria das mulheres da minha familia.
    Os médicos ainda nao descobriram o porquë. O que sabemos é que, ano passado, ultrapassou o lado feminino e atingiu em cheio dois primos: um irmao meu e mais um outro.
    Nao sei por quê. O que sei é que quando sofri um avc, os médicos cogitaram isso. Mas, gracas a Deus, consegui me safar.
    Bjs e dias felzies

  2. SIM…eu tive essas reacoes…

    “problemas visuais, distúrbios da linguagem, da marcha, do equilíbrio, da força, fraqueza transitória no início da doença, em uma ou mais extremidades, dormências, com períodos às vezes de melhoras e pioras, sendo que quando predomina na medula, as manifestações motoras, sensitivas e esfincterianas se encontram geralmente presentes, existindo raramente dor. ”

    Meu deus dos céus..será que eu tendo novamente,s erá essa doenca, veri?



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.