Você sabia que tem maior probabilidade de ter esclerose múltipla do que ganhar na megasena?

A Esclerose Múltipla é uma das doenças mais comuns em adultos jovens que compromete o SNC (Sistema Nervoso Central) constituído por cérebro, cerebelo, tronco encefálico e medula espinhal.

De causa ainda desconhecida, é caracterizada também como doença desmielinizante, pois lesa a mielina, prejudicando a neurotransmissão. A mielina é um complexo de camadas lipoproteicas que envolvem e isolam as fibras nervosas (axônios), permitindo que os nervos transmitam seus impulsos rapidamente, ajudando na condução das mensagens que controlam todas as atividades conscientes e inconscientes do organismo.

Na Esclerose Múltipla, a perda de mielina (desmielinização) leva a interferência na transmissão dos impulsos e isto produz os diversos sintomas da doença.

Os axônios sofrem danos variáveis, em conseqüência do processo inflamatório, o que culmina com o decorrer do tempo com acúmulo de incapacitações neurológicas. Os pontos de inflamação, desmielinização, evoluem para resolução com formação de cicatriz. Esta não apresenta a mesma função do tecido original (é a placa, esclerose significa cicatriz), mas é a forma que o organismo lança mão para curar a inflamação, só que com isto perdemos função tecidual (“a cicatriz como testemunha”) que aparecem em diferentes momentos e zonas do sistema nervoso central.

Os pacientes podem se recuperar clinicamente total ou parcialmente dos ataques individuais de desmielinização, produzindo-se o curso clássico da doença, ou seja, surtos e remissões.

Os dados obtidos em pesquisas realizadas e atualmente disponíveis podem oferecer o diagnóstico clínico e laboratorial, mas ainda em alguns casos podem ser insuficientes para definir de imediato se a pessoa é ou não portadora de esclerose múltipla, uma vez que os sintomas se assemelham a outros tipos de doenças neurológicas. Nestes casos a confirmação diagnostica pode levar mais tempo.

Apesar de não existir a cura até o momento para a Esclerose Múltipla, muito pode ser feito para ajudar as pessoas portadoras a serem independentes e a terem uma vida confortável e produtiva.

Denomina-se ESCLEROSE e Denomina-se MÚLTIPLA:

•Áreas do cérebro cerebelo, tronco encefálico e da medula espinhal são afetadas pela inflamação e posterior aparecimento de cicatrizes (escleroses).

• Os sintomas podem ser leves, moderados ou intensos e surgem e de maneira imprevisível.

Aos 30&Alguns, retirei essas informações do website da Associação Brasileira de Esclerose Múltipla, para saber mais sobre a doença, visite: www.abem.org.br

Curta nossa página 😉

2 thoughts on “Você sabia que tem maior probabilidade de ter esclerose múltipla do que ganhar na megasena?

  1. Por isso que nunca apostei em loterias. Se existisse chance real de ganhar, nenhuma instituição faria tal sorteio. É óbvio que se fazem é porque o lucro deles é garantido. Já pra quem aposta, não. O mais provável é eu morrer sem ganhar nesse jogo de azar.

  2. Esclerose múltipla já tenho agora queria trabalho… sou licenciada mas qualquer dia tento ser lixeira… uma opurtunidade é tudo o que solicito. Têm 6 meses para me colocar na rua.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Follow by Email
Pinterest
LinkedIn