Zona de Confronto

‘Zona de Confronto’, exibido no Festival de Veneza, estreia dia 27 de agosto

“Zona de Confronto”, filme do produtor indicado ao Oscar por “A Caça”,estará disponível para compra e aluguel em plataformas digitais

Um dos principais lançamentos do cinema dinamarquês do último ano, “Zona de Confronto” (“Shorta”), exibido no Festival Internacional de Cinema de Veneza 2020, acaba de ganhar data de estreia no Brasil. O longa, que acompanha as consequências da prisão de um jovem árabe, chega às plataformas digitais no dia 27 de agosto, com distribuição da Synapse Distribution.

O filme estará disponível para compra e aluguel na Claro Now, Vivo Play, Sky Play, iTunes/Apple Tv, Google Play e YouTube Filmes.

Durante uma operação policial em um bairro de imigrantes árabes, um jovem membro de uma gangue local é ferido por oficiais. A comunidade fica indignada e clama por justiça. A polícia, preocupada com uma possível insurreição na cidade, aumenta o número de viaturas nas ruas para manter a ordem. Os policiais Jens (Simons Sears) e Mike (Jacob Hauberg Lohmann) acabam encurralados durante a patrulha, já que a violência escala após a revelação de novas e chocantes informações sobre a ação do dia anterior. Presos em um acerto de contas e envolvidos em uma guerra cultural, os dois precisam encontrar uma forma de sair daquele ambiente e permanecerem vivos.

Além de premiações em festivais europeus, “Zona de Confronto” foi um dos três concorrentes à indicação da Dinamarca ao Oscar deste ano. O longa foi escrito e dirigido pela dupla Frederik Louis Hviid (“Bedrag”), Anders Ølholm (“Garoto-Formiga”) e produzido por Morten Kaufmann (“A Caça”) e Signe Leick Jensen (“O Sequestro de Daniel Rye”).

Sobre os diretores:

Anders Ølholm
Ølholm fez sua estreia no cinema com o roteiro do filme de super-heróis “Garoto-Formiga”, exibido em 2013 no Festival Internacional de Cinema de Toronto. Nos anos seguintes, escreveu mais dois roteiros para o personagem. Sua estreia como diretor foi com o curta “King”, em 2015, que também foi selecionado no Festival Internacional de Cinema de Toronto.

Frederik Louis Hviid
O primeiro curta-metragem do cineasta, “Palma”, foi selecionado para o Festival de Estocolmo em 2013. Seu curta-metragem “King” (apesar do nome, não é o mesmo curta do Anders Ølholm) foi selecionado para o Odense International Film Festival, em 2015 e indicado para o prêmio Robert Award – antes de chegar no Festival de Cannes em 2016. Já o curta-metragem “Halfman” ganhou, no Festival de Cannes de 2017, a categoria Young Directors Award.

Curta nossa página 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.