A Cidade é Nossa estreia na HBO Max em 25 de abril

Desenvolvida por George Pelecanos e David Simon e dirigida por Reinaldo Marcus Green, A CIDADE É NOSSA relata a ascensão e queda da Força-Tarefa de Rastreamento de Armas do Departamento de Polícia de Baltimore e a corrupção e o colapso moral que se abateram sobre uma cidade americana, na qual as políticas de proibição de drogas e prisão em massa foram defendidos em detrimento ao trabalho policial real. 

A Cidade É Nossa | Trailer Oficial | HBO Max

Estrelada por Jon Bernthal, Wunmi Mosaku, Jamie Hector e Josh Charles, A CIDADE É NOSSA estreia segunda-feira, 25 de abril, e tem produção executiva de George Pelecanos, David Simon, Reinaldo Marcus Green, Nina K. Noble, Ed Burns e Kary Antholis.

Para A CIDADE É NOSSA, o aclamado realizador Reinaldo Marcus Green (“KING RICHARD“) juntou-se a uma equipe que há vinte anos criou a inovadora série “The Wire” da HBO. Juntamente com os produtores executivos Pelecanos, Simon, Noble e Burns, e o coprodutor executivo William F. Zorzi, A CIDADE É NOSSA reúne muitos dos talentos dessa série icônica, tanto na equipe como nas telas, na qual os espectadores reconhecerão diversos membros do elenco de “The Wire”, liderados por Jamie Hector, Darrell Britt-Gibson, Domenick Lombardozzi, Trey Chaney, Delaney Williams, Jermaine Crawford, Anwan Glover, Chris Clanton, Nathan Corbett, Maria Broom, Susan Rome e Michael Salconi.

O elenco principal também inclui McKinley Belcher III, Dagmara Domińczyk, Rob Brown, Don Harvey, David Corenswet, Larry Mitchell, Ian Duff e Lucas Van Engen. 

Esta reunião começou quando Pelecanos foi abordado por Antholis, que descreveu a premissa básica do escândalo da Força-Tarefa de Rastreamento de Armas e a possibilidade de adaptar o livro de não-ficção de Justin Fenton, A CIDADE É NOSSA, para a televisão. Após a leitura do manuscrito, Pelecanos convidou os seus parceiros de longa data, o criador de “The Wire”, David Simon, e a produtora executiva Nina K. Noble para o projeto, o que marcaria o seu primeiro regresso à produção cinematográfica de Baltimore desde essa série.

Em A CIDADE É NOSSA o Departamento de Polícia de Baltimore é retratado, e o tecido conjuntivo entre os espectáculos vai para além das equipes criativas e da cidade de Baltimore. Embora “The Wire” fosse uma história fictícia, falava das questões de policiamento decorrentes da guerra das drogas que se encaminhava para a virada do século e para os anos 2000. Mas em A CIDADE É NOSSA lidamos com a próxima geração da guerra contra a droga.


Nos anos 2000, o Departamento de Polícia de Baltimore lutou para responder ao crime com um trabalho policial significativo, entregando-se à prisão em massa e à guerra contra a droga. A CIDADE É NOSSA mostra como a confiança desesperada do departamento de estatísticas sobre a substância acabou levando à incapacidade dos funcionários do departamento de supervisionar a Força-Tarefa de Rastreamento de Armas e à incapacidade adicional do departamento de disciplinar policiais desonestos. Na altura do escândalo, em 2017, embora houvesse numerosos indícios de corrupção em várias unidades à paisana há quase uma década, os comandantes da polícia de Baltimore mantiveram a crença de que qualquer unidade de rua que pudesse trazer armas e drogas tinha de ser consistentemente defendida e protegida. A CIDADE É NOSSA retrata a corrupção inevitável de uma unidade, dada esta carta branca.

Os episódios incluem:

Episódio 1 “Parte Um”.

Data de estreia: SEXTA-FEIRA, 25 DE ABRIL

Momodu Gondo (McKinley Belcher III) encontra-se num interrogatório. Um detetive de um condado próximo traça uma série de overdoses até Baltimore.

Escrito por George Pelecanos & David Simon; Realizado por Reinaldo Marcus Green.

Episódio 2 “Parte Dois”

Data de estreia: SEGUNDA-FEIRA, 2 de MAIO

Jenkins (Jon Bernthal) aprende verdades duras sobre o policiamento como novo oficial. Rayam (Darrell Britt-Gibson) abre sobre o GTTF. O Suiter (Jamie Hector) é designado para um novo caso de homicídio.

Escrito por Ed Burns & William F. Zorzi; Realizado por Reinaldo Marcus Green.

Episódio 3 “Terceira Parte”

Data de estreia: SEXTA-FEIRA, 9 de MAIO

Apesar de numerosas queixas, Hersl (Josh Charles) é colocado no GTTF. Jensen (Dagmara Domińczyk) monitoriza as chamadas de Gondo (McKinley Belcher III). Jenkins (Jon Bernthal) traz Suiter (Jamie Hector) numa rusga.

Escrito por D Watkins; Reinaldo Marcus Green.

Criada por George Pelecanos e David Simon, que também são os produtores executivos, a minissérie tem direção e produção executiva de Reinaldo Marcus Green, produção executiva de Nina K. Noble, Ed Burns e Kary Antholis. Bill Zorzi é o coprodutor executivo. Os roteiristas são Pelecanos, Simon, Burns, Zorzi e D. Watkins.
 

Curta nossa página 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Follow by Email
Pinterest
LinkedIn