‘Aline – A voz do Amor’, estreia nos cinemas em 16 de junho 

‘Aline – A Voz do Amor’, uma ficção livremente inspirada na vida de Céline Dion, estreia no Brasil em 16 de junho

No César 2022, Aline – A voz do Amor foi Indicado a 9 categorias do Prêmio: Melhor Direção, Melhor Atriz, Melhor Atriz Coadjuvante, Melhor Ator CoadjuvanteMelhor Roteiro Original, Melhor SomMelhor Figurino, Melhor Design de Produção e Melhores Efeitos Visuais. Valérie Lemercier venceu por sua atuação no longa, fora sua passagem pelo Festival de Cannes com aplausos após a exibição.

O filme é uma uma ficção livremente inspirado na vida da cantora Céline Dion, de sua infância ao estrelato, as músicas incónicas , suas conquista e lutas, o romance com o marido e tudo que fez dela um ícone sendo a 14ª filha de uma família modesta do Canadá até se tornar uma das cantoras mais famosas do mundo. 

Lançado na França, o filme fez mais de 1 milhão de espectadores. O longa contará, também, com distribuição digital, feita pela Synapse Distribution. 

No Inicio do projeto a cineasta Valérie Lemercier ouvia músicas de Celine Dion, porém ela não conhecia bem a vida da cantora ou todo o seu repertório. Foi em 2016, ao vê-la sem o marido René ( Falecido em janeiro de 2016), que foi tocada por sua coragem e solidão. A cineasta lembra:

“Eu disse no rádio no dia em que “50 São os Novos 30″ foi lançado que meu próximo assunto seria ela, sem pensar seriamente nisso. Naquela noite, Emmanuelle Duplay (a desenhista de produção do filme) que tinha ouvido a transmissão, me disse que ela absolutamente queria fazer isso. Lembro-me muito especificamente que foi o entusiasmo dele que me permitiu seguir em frente e considerar seriamente fazê-lo”.

Aline – A voz do Amor é o sexto filme da diretora Valérie Lemercier. Para a ocasião, a atriz e cineasta optou por se inspirar na jornada da cantora mais famosa de todos os tempos: Celine Dion. Ela mesma interpreta Aline Dieu, alter ego fictício da quebequense.

Valérie Lemercier chamou a cantora Victoria Sio, revelada no musical “Le Roi Soleil”, para dublar sua voz nas partes cantadas. Além de gostar de suas canções e sua trajetória de vida.

Aline seria lançado em novembro de 2020. Mas devido à pandemia de Covid-19, o filme foi adiado para 17 de fevereiro de 2021 e depois para novembro do mesmo ano. Lançado na França o filme fez mais de 01 milhão de expectadores

Logo após o lançamento do filme, Valérie Lemercier respondeu às críticas de parte da família Dion. A cineasta foi, de fato, alvo de fortes protestos de Claudette e Michel Dion, irmã e irmão da cantora, na televisão de Quebec na última terça-feira. Contatada por La Presse, Valérie Lemercier notavelmente (re)explicou sua abordagem com este filme: “É cinema. Não é um documentário, é uma ficção. Diz-se no início do filme: há coisas que não são que são da imaginação de Brigitte Buc e minha, que escrevemos o roteiro.”

“Um grande filme e uma verdadeira declaração de amor a Celine Dion” – Le Parisien
“Este filme biográfico muito pessoal é um sucesso” – Ouest France
“Um filme de fã muito bom que acaba por ser incrivelmente tocante” – La Voix du Nord
“Mistura de forma brilhante fascínio e ironia” – Le Figaro
“Repleto de admiração no tom e audácia na construção” – Le Journal du Dimanche
“Um filme livre e encantador” – Les Echos
“Fora do comum, extravagante e engraçado” – Sud Ouest

SINOPSE CURTA:

Uma ficção livremente inspirada na vida de Céline Dion. Da infância ao estrelato, as músicas, as lutas, o romance e tudo que fez dela um ícone. Descubra como a 14ª filha de uma família modesta do Canadá se tornará uma das cantoras mais famosas do mundo.

SOBRE A DIRETORA

Valérie Lemercier nasceu na cidade de Dieppe, na França. Filha de fazendeiros, cresceu sendo educada numa escola de freiras. Lá, começou a se interessar por interpretação através das aulas de teatro. Na juventude, mudou-se para Paris e estudou artes na Université Paris-Sorbonne. Em paralelo, atuou em diversas peças teatrais. Estreou como atriz de TV em Palace (1988), série de comédia do Canal+.

Em seguida, deu início a sua carreira no cinema em Loucuras de uma Primavera (1990), comédia dramática de Louis Malle. Alçou fama no cenário cinematográfico a partir de Os Visitantes: Eles Não Nasceram Ontem! (1993), ao lado de Jean Reno, pelo qual foi premiada com o César de Melhor Atriz Coadjuvante. Obras como Sabrina (1995), Le derrière (1999), Palais royal! (2005) e Um Lugar na Platéia (2006),O pequeno Nicolau(2010), As Férias do Pequeno Nicolau(2014) a estabeleceram como uma das grandes atrizes francesas de sua geração.

FICHA TÉCNICA

  • Um filme de Valérie Lemercier
  • Título original: Aline
  • Direção: Valérie Lemercier
  • Roteiro: Valérie Lemercie, Brigitte Buc
  • Produção: Sidonie Dumas, Alice Girard, Edouard Weil
  • Fotografia: Laurent Dailland
  • Edição: Jean-François Elie
  • Direção de arte: Cécile Arlet Colin Greg Nowak
  • Gênero: Drama
  • País: França
Curta nossa página 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Follow by Email
Pinterest
LinkedIn