tontura

Levantou e sentiu tontura? Não é labirintite é Lipotimia, sabia?

A tontura está por trás de 40 outras doenças sérias que podem ocorrer no labirinto, no nervo do labirinto e até mesmo no cérebro, mas infelizmente muitas pessoas são diagnosticadas erroneamente com quadro de “labirintite”. E aí, começa uma bola de neve sem fim entre remédios sem resultados e os sintomas que nunca melhoram, infelizmente.

Uma dessas inúmeras doenças é a Lipotimia, já ouviu falar? O neurologista Dr. Saulo Nader, apelidado carinhosamente pelo pacientes e internautas como” Doutor Tontura”, vai te esclarecer:

“A labirintite é um termo que esconde diversos problemas, apelido que pegou, sendo muitas vezes é utilizado até pelos próprios médicos, uma pena. A tontura funciona como um sinal de alarme para o seu corpo, mostrando que algo não está bem e essa coisa que não está bem pode ser no sistema circulatório, na pressão, chamamos de “tontura de origem cardiológica, caracterizada por um mal estar, um peso, uma pressão na cabeça e sensação de corpo ruim. Isso pode ocorrer na pressão alta, mas também na queda de pressão também pode ocasionar um tipo de tontura, chamada de Lipotimia, que é caracterizada pela sensação de quase desmaio –  muita gente sente ao se levantar muito rápido, por exemplo”, explica Doutor Tontura.

Segundo o neurologista, os sintomas começam por alguns motivos como estresse, calor, jejum prolongado, por exemplo. E para amenizar o problema, existem algumas maneiras, como evitar ficar de pé muitas horas, principalmente em dias mais quentes, estar sempre hidratado, não deixar de comer alimentos com sal (sem excesso), antes de se levantar sentar na cama e levantar devagar e evitar o consumo de álcool .

“ O corpo fala, o importante é ficar alerta aos sinais. Desmaiar não é normal. Inclusive, se a pessoa nunca teve um desmaio, demorou para voltar a consciência, se sentiu palpitações, se teve algum familiar que faleceu de morte subida. Todo cuidado é pouco”, finaliza Doutor Tontura.

Curta nossa página 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.