Transtorno compulsivo do jogo

O transtorno compulsivo do jogo é um vício incontrolável, uma dependência psicológica, caracterizada por comportamentos compulsivos de hábitos executados inúmeras vezes, aprendidos, seguidos por alguma gratificação emocional, trazendo um alívio de ansiedade ou de angústia no jogador.

O transtorno engloba todos os tipos de jogos como loteria, corridas de cavalo, cartas, bingos, jogos eletrônicos …

Pessoas que não conseguem controlar o comportamento diante do jogo acabando comprometendo a vida social, renda, trabalho, compromissos financeiros, família, entre outros, devido ao ato compulsivo de jogar, acabando apresentando resultados negativos para a vida, com conseqüências físicas, psicológicas e sociais graves.

O jogador compulsivo acredita de forma doentia a idéia de sucesso imediato, e considera que perder o jogo será apenas uma circunstância eventual. Tornando uma grande fonte de prazer em realizá-lo com freqüência, acredita que a sorte pode chegar a qualquer momento, gastando tudo no jogo,

O tratamento para o transtorno patológico de jogo tem poucas referências na medicina, mas já existem no Brasil algumas clínicas, Grupos de Jogadores Anônimos e ainda podem ser tratados com acompanhamento psicoterápicos, psicodinâmicos, terapia familiar, cognitiva e comportamental, além de uso de antidepressivos.

Aos 30&Alguns posso dizer que conheço pessoas cujos pais perderam tudo na jogatina, o vício em casinos acabou fazendo com que imóveis, investimentos, dinheiro, enfim, tudo fosse “pelo ralo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.