E lá vou eu … mais uma vez de dieta

Ai que sacoO, não aguento mais, vivo nessa dinâmica patética há uns 15 anos e funciona mais ou menos assim:

Estou naquele peso magro feliz, tudo certo, aí acho aquela super desculpa para comer o que dá na telha, normalmente em forma de coisas super engordativas, e em excesso, isso porque estou magra, não preciso me preocupar tanto, certo?! Ou porque alguma coisa me deixou triste, ou porque parei de fumar, ou porque estou de TPM e assim as desculpas vão somando, e com elas o meu peso…

Depois vem a fase dois dessa brincadeira de mal gosto, percebo que engordei mesmo, não só um quilinho bobo, mas engordei a ponto de não entrar mais naquele jeans favorito e então fico arrazada, down no high society, deprê. Quando chego nesta fase, tem duas coisas que podem acontecer:

1. Estando deprê, como ainda mais, acho conforto em comidinhas gostosas, aí bola de neve, quanto mais como, mais engordo, mais deprê eu fico e essa é a pior de todas, quando estou nessa fase é brabo, nem eu me agüento. A auto-estima no chinélo, ´feeling super sorry for myself´ … Um horror …

2. Entro no ´panic mode´, me alimento super saudavelmente, não bebo nem um vinhozinho no final de semana, volto a malhar e corro atrás do prejuízo rápido (este acontece normalmente quando tenho um evento importante para atender – tipo tenho que entrar naquele vestido para um casamento, ou vou para o Brasil e tenho que aparecer na frente de todos de biquini) enfim…

O estágio 3 é normalmente como a segunda opção da fase 2, mas aí tenho que recuperar também o psicológico que está em frangalhos.

PELO AMOR DE DEUS! OLHA ISSO!!!! Aos 30& alguns continuo fazendo a mesma coisa , sou uma profissional, pós graduada, com experiências internacionais, tenho total noção do que acontece toda vez e continuo nessa dinâmica patétia! Como pode?! Só rindo de mim mesma…

Mas quer saber de uma coisa? Eu não sou a única! Não tenho os dados do Brasil, mas nos U.S. 24 milhões de pessoas sofrem de algum tipo de distúrbio alimentar, 91% das mulheres entrevistadas em um campus universitário já tentou controlar seu peso através de dietas; 22% fazem dietas ´frequentemente´ e 5% estão sempre de dieta.

Hoje em dia, conheço poucas pessoas na minha faixa etária que não tem, ou em algum momento da vida, já tiveram algum problema relacionado à alimentação, dietas ou distúrbios alimentares. Gente, isso não é normal! Não pode ser normal!!!!!

Bem, mais isso já é um papo para a próxima vez pois agora tenho que ir pra academia 🙂

Via

Curta nossa página 😉

2 comentários

  1. Minha esposa é quem dizia quando eu estava gordo! Quando a ouvia reclamar da minha gordura, bem, eu cortava o jantar e o café da manhã era reduzido a uma dose de café, e no máximo uma fatia de pão.

    Em 15 dias, emagrecia o sufiiciente. Mas, depois, de uns 8 meses atrás, minha preocupação é outra: é não emagrecer além dos 68 quilos. É que me chegou a herança de mamãe: diabete. O tipo que emagrece, e que o controle, pode ser feito por meio de dieta, a médica. Só em seguir, já emagrecir 10 quilos.

    Força e coragem na dieta!

  2. Acho q existem dietas necessárias sim, por saúde e até por estética,afinal todos querem estar bonitos. Mas o grande barato é ter a consciência do que realmente é necessário fazer. Muitas vezes damos uma pirada maior do q realmente é de verdade o problema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.